Sandro Aléssio

Professor de Física | UFOPA

Tag: mestrado

Me tornando físico

Lateral da faculdade de Física da UFPA.

A escolha pelo bacharelado em Física foi feita por mim também com o propósito de se trabalhar somente para a pesquisa. Mero engano, pois ser bacharel em Física no Brasil, trabalhando somente com pesquisa é algo incomum. A pesquisa em Física no Brasil, na sua maior parte, se encontra nas universidades, e nelas, obviamente, a docência será consequência. Pouco tempo depois, comecei perceber o gosto pela docência, pois comecei a trabalhar num curso pré vestibular popular. Ali já começava as minhas primeiras inquietações como docente, eu não aceitava a concepção de ensino propagada e entranhada até nos alunos. O professor ideal era aquele que resolvia o maior número de questões, era o que brincava mais com os alunos, o que não precisava de livros em sala de aula, e o que “não fugia” do conteúdo programático… Não tive interesse em permanecer ali por muito tempo, só o estritamente necessário. Aquilo tudo parecia muito mecânico pra mim! Jamais pensei em voltar à esse sistema de ensino.

Na graduação tive a oportunidade de escolher as chamadas ‘disciplinas optativas’, em que dentre uma série delas eu deveria escolher as que mais me interessavam, para cumprir certa quantidade de créditos acadêmicos. Escolhi uma que poucos graduandos de Física escolhiam, a Biofísica. A palavra “bio” na cabeça de muitos deles, soava como “isso não é física”! Infelizmente essa era uma mentalidade muito restrita que alguns deles tinham da ciência em geral, e que em parte, era reflexo da própria concepção de ciência exclusivamente positivista, muita arraigada ainda nos dias de hoje… A escolha por fazer essa disciplina foi muito acertada! Ela intensificou meu interesse pela Biofísica e também pela Física Médica, que acabou sendo tema do meu TCC (Trabalho de Conclusão de Curso). E a partir daquele momento, sempre fazia leituras sobre o assunto, como por exemplo, sobre os processos físicos do radiodiagnóstico e da radioterapia. Cheguei até a participar de um encontro sobre Radiologia…

Tive a oportunidade de participar de um curso sobre Física Conceitual, durante todo o mês de julho de 2001, ministrado pelo Prof. Dr. Antônio Bulhosa Nassar. O curso foi excelente e me despertou bastante para a importância dos conceitos no ensino de Física, muitas vezes tão negligenciados pela educação básica, se estendendo até o nível superior, enfatizado apenas em cálculos para a resolução de exercícios e avaliações. Continue a leitura…Me tornando físico